França e Alemanha retiram funcionários do Afeganistão

Deciso foi tomada na sequncia do assassinato de dois conselheiros militares norte-americanos no edifcio do Ministrio do Interior

França e Alemanha retiram funcionários do Afeganistão
França e Alemanha retiram funcionários do Afeganistão (Foto: Akhtar Soomro/Reuters)

Agência Brasil – A França e a Alemanha decidiram retirar todos os seus funcionários civis destacados nas instituições afegãs, na sequência do assassinato de dois conselheiros militares norte-americanos no edifício do Ministério do Interior, anunciaram hoje (16) autoridades dos dois países.

Em Paris, um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da França informou que o embaixador francês no Afeganistão fará, "sem demora", a retirada provisória de todos os agentes públicos franceses colocados nas instituições afegãs, para garantir a sua segurança.

Enquanto isso, em Berlim, o Ministério do Desenvolvimento da Alemanha anunciava que serão retirados do Afeganistão 50 especialistas alemães, além de outros conselheiros internacionais que atuam em ministérios e órgãos governamentais na capital, Cabul.

Segundo a BBC Brasil, os dois oficiais norte-americanos mortos a tiros ontem (25) em Cabul integravam a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão. Também ontem, parte de um complexo da Organização das Nações Unidas (ONU) na cidade de Kunduz, no Norte do Afeganistão, foi incendiada, em meio a novos protestos contra a queima de exemplares do Alcorão por soldados americanos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247