França e Holanda defendem que UE regule gigantes de tecnologia

A defesa aumenta pressão sobre a comissária europeia de defesa da competição, Margrethe Vestager, que está trabalhando em uma regulação, conhecida como Ato de Serviços Digitais e que tem como objetivo definir normas mínimas para compartilhamento de dados e como os marketplaces digitais atuam

Irvine, Califórnia, EUA
Irvine, Califórnia, EUA (Foto: REUTERS/Mike Blake)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PARIS/BERLIM (Reuters) - França e Holanda defenderam nesta quinta-feira a criação de uma autoridade europeia para regulação de grandes companhias de tecnologia como Google e Facebook.

A defesa aumenta pressão sobre a comissária europeia de defesa da competição, Margrethe Vestager, que está trabalhando em uma regulação, conhecida como Ato de Serviços Digitais e que tem como objetivo definir normas mínimas para compartilhamento de dados e como os marketplaces digitais atuam.

Em um comunicado conjunto, os governos de França e Holanda afirmaram que tal autoridade deveria ser capaz de evitar que plataformas de companhias de tecnologia impeçam o acesso a seus serviços “a menos que tenham uma justificativa objetiva”.

“Estas plataformas podem impedir a entrada de novas companhias e limitar a liberdade de escolha dos consumidores e empresários”, disse o governo holandês.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email