Futuro embaixador argentino defende derrubada de barreiras com o Brasil

Daniel Scioli, aprovado como embaixador da Argentina no Brasil, expressou otimismo quanto a seu novo cargo, mas ressaltou alguma dificuldade em aprofundar os laços entre os dois países

Daniel Scioli
Daniel Scioli (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - "É enorme o desafio que significa derrubar todas as barreiras e aprofundar os laços [entre o Brasil e a Argentina]", destacou o ex-vice-presidente da Argentina e futuro embaixador de seu país no Brasil, Daniel Scioli, durante um evento do Instituto Interamericano de Cooperação e Agricultura (IICA) em Buenos Aires, conforme publicou o portal Infobae.

A dificuldade de aprofundar as relações estaria principalmente no agronegócio, e também na "luta contra a fome iniciada" pelo novo governo argentino.

Contudo, a autoridade expressou esperanças em melhorar a colaboração entre os dois países, apesar dos maus momentos nas relações entre Bolsonaro e Fernández.

"Estou seguro de que vamos encontrar cada vez mais coincidências com o Brasil", afirmou.

O otimismo também foi expresso por Manuel Otero, diretor-geral do IICA, que participou igualmente do evento, que se deu na sede do Ministério das Relações Exteriores da Argentina em Buenos Aires, o Palácio San Martín.

"É vasta a experiência e capacidade de diálogo de Daniel Scioli para unir pontes", declarou.

Além das autoridades argentinas, o evento contou também com a participação do embaixador brasileiro em Buenos Aires, Sérgio Danese, o secretário de Articulação e Parcerias do Ministério da Cidadania, Cezar Shirmer, assim como deputados e empresários.

Aprovação em tempo recorde

Como praxe, os embaixadores estrangeiros iniciam suas funções no Brasil após aprovação do Governo Federal.

No caso de Scioli, o mesmo foi aprovado pelo governo brasileiro para seu cargo em Brasília em menos de 24 horas, conforme publicado pelo portal Uol.

Desta forma, a aprovação do futuro embaixador se deu em tempo recorde.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247