Generais dos EUA acreditam que explosão no Líbano foi causada por uma bomba, diz Trump

"Eles pareceram sentir que esse não é nenhum tipo de evento industrial", disse o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a coletiva

Trump diz que coronavírus "é o que é" e está sob controle nos EUA
Trump diz que coronavírus "é o que é" e está sob controle nos EUA (Foto: REUTERS/Jonathan Ernst)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que generais norte-americanos acreditam que a grande explosão ocorrida nesta terça-feira (4), em Beirute, capital do Líbano, foi causada por uma bomba.

Conforme publicou a agência Reuters, Trump fez a declaração durante entrevista coletiva e afirmou que tomou opiniões de generais do alto escalão da Defesa dos EUA.

"Eu me encontrei com alguns grandes generais e eles pareceram sentir que esse não é nenhum tipo de evento industrial", disse Trump durante a coletiva nesta terça-feira (4), acrescentando que acredita que "foi algum tipo de bomba".

Trump ainda descreveu a explosão como um "ataque terrível" e disse que os EUA estavam prontos para ajudar o Líbano.

Apesar da declaração, ainda não há informações oficiais do governo libanês que apontem que a explosão foi algum tipo de atentado. O Líbano tem vivido tensões políticas internas ao longo dos últimos meses que abalaram o país, com protestos de massa tomando as ruas contra o governo em meio a confrontos com forças de segurança.

Mais cedo, o governo de Israel negou qualquer envolvimento com a explosão. Recentemente, tensões entre o país judeu, a Síria e grupos do Líbano estão elevadas na região. O premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, chegou a emitir um alerta endereçado aos governos dos dois países ainda em julho deste ano.

A explosão de grandes proporções foi registrada mais cedo nesta quarta-feira (4), em Beirute. Segundo as autoridades locais, ao menos 73 pessoas morreram e mais de 3 mil ficaram feridas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247