General chileno responde a Piñera: "não estou em guerra com ninguém"

Declaração do general chileno Javier Iturriaga, responsável pelas operações de segurança, vem na esteira da afirmação do presidente, Sebastián Piñera ,de que o país “está em guerra” devido aos protestos que tomaram conta do país

tropas exército chileno ruas santiago
tropas exército chileno ruas santiago (Foto: Reuters/ Ivan Alvarado)

247 - O general chileno Javier Iturriaga, responsável pelas operações de segurança em meio à onda de protestos que já deixou mais de dez mortos e mais de 150 feridos, afirmou “não estar em guerra com ninguém”. Declaração do militar vem na esteira da afirmação do presidente Sebastián Piñera de que o país “está em guerra”, devido às constantes manifestações, e determinar toque de recolher em diversas cidades do país, incluindo na capital, Santiago. 

“Peço aos veículos de imprensa que transmitam tranquilidade à população, que vá trabalhar, que realize suas atividades normais”, disse Iturriaga. Segundo ele, o amanhecer após a segunda noite consecutiva com o tique de recolher aconteceu de forma “lenta e pacífica”. 

O militar também criticou a formação de grupos civis que estariam atuando juntamente com policiais para defender propriedades privadas, apesar do toque de recolher. “Claro que não queremos que a população se defenda por conta própria. Nós somos os responsáveis por dar essa proteção e estamos levando adiante todos os esforços para chegar a todos os cantos da cidade”, disse o general. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247