Giro internacional de Juan Guaidó foi um 'fracasso político', diz analista

A turnê internacional do opositor venezuelano Juan Guaidó, autoproclamado "presidente encarregado" da nação sul-americana, foi "mais um fracasso político", disse o analista Ernesto Wong ao Sputnik

Juan Guaidó
Juan Guaidó (Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Eu acho que a turnê de Guaidó no exterior foi um fracasso político e um desperdício de recursos do contribuinte americano, porque é o governo dos Estados Unidos que está pagando", disse à Sputnik Ernesto Wong, professor da Escola de Estudos Internacionais da Universidade Central da Venezuela.

Guaidó partiu em 19 de janeiro da Venezuela, zombando de uma medida preventiva que proíbe a saída dele do país, para um giro que incluiu Colômbia, Bélgica, Reino Unido, Suíça, França, Espanha e Canadá.

Wong disse que o giro serviu para detectar alguns sinais, especialmente a resposta do governo espanhol, informa o site Sputnik.

Durante sua estada em Madri, o parlamentar da oposição se encontrou com o ministro das Relações Exteriores, Arancha González, e até com militantes da oposição naquela cidade, mas não com o chefe de governo, Pedro Sánchez, que alegou que estaria em Valência.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247