Governadora de Hong Kong diz que vai conter violência e manter ordem social

A governadora de Hong Kong, Carrie Lam, fez neste domingo novo pronunciamento apelando ao fim da violência na cidade e ao restabelecimento da ordem pública

Carrie Lam, governadora de Hong Kong
Carrie Lam, governadora de Hong Kong (Foto: Xinhua)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK) fará todos os esforços para parar com a violência e o caos, manter a ordem social e proteger os trabalhadores, disse a chefe do Executivo, Carrie Lam, no domingo (22).

"A violência contínua tem um grande impacto no trabalho e vida dos trabalhadores", disse Lam em uma recepção organizada pela Federação dos Sindicatos de Hong Kong para celebrar o 70º aniversário de fundação da República Popular da China.

Ela indicou que o governo da RAEHK está preocupado com os direitos dos trabalhadores, e afirmou que o governo implementou medidas para aumentar a licença paternidade, melhorar o tratamento e garantir os direitos dos funcionários sem qualificação sob contratos de serviços do governo, além de elevar o salário mínimo.

"Continuaremos a implementar a abolição do acordo de cobertura do Fundo Providente Obrigatório, e preparar para a extensão da licença paternidade", disse.

Em seu discurso, Lam também expressou felicitações à República Popular da China a poicos dias do seu 70º aniversário. "Nos últimos 70 anos, o país fez importantes avanços graças à união do povo chinês para superar as dificuldades", disse. "Os avanços da China atraíram a atenção mundial e desempenharam um papel extremamente importante no cenário mundial."

"Se estivermos unidos e trabalharmos duro, acredito que com o apoio do governo central, Hong Kong terá um futuro melhor", disse Lam.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email