Governo argentino perde localização de nuvem de gafanhotos e pede ajuda dos agricultores

De acordo com boletim do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa), a nuvem está na província de Corrientes, mas a localização exata dos insetos é incerta

Nuvem de gafanhotos se desloca pela Argentina
Nuvem de gafanhotos se desloca pela Argentina (Foto: REUTERS/Baz Ratner)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A nuvem de gafanhotos oriunda do Uruguai que se encontra Argentina, após desviar do Brasil, não está mais localizada. De acordo com boletim do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa), a nuvem está na província de Corrientes, mas a localização exata dos insetos é incerta porque a área é de "difícil acesso, com poucas estradas".

"Devido às baixas temperaturas, estimamos que ela não se moveu, pelo menos a grandes distâncias", afirma o Senasa. O governo está pedindo ajuda dos agricultores para ajudar a localizar a nuvem. "Nesse sentido, solicitamos aos produtores da área que entrem em contato com a Senasa se tiverem informações sobre a praga."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247