Governo Bolsonaro dá mais um vexame na ONU

Em mais um vexame da atual gestão do Itamaraty, sob a direção do ministro de extrema-direita, Ernesto Araújo, o governo brasileiro se retirou da revisão de suas políticas públicas no setor social e ambiental. A revisão é feita pela ONU, o mais importante órgão das relações internacionais

Governo Bolsonaro dá mais um vexame na ONU
Governo Bolsonaro dá mais um vexame na ONU

247 - Em mais um vexame da atual gestão do Itamaraty, sob a direção do ministro de extrema-direita, Ernesto Araújo, o governo brasileiro se retirou da revisão de suas políticas públicas no setor social e ambiental. A revisão é feita pela ONU, o mais importante órgão das relações internacionais.

"A sabatina estava programada para ocorrer ainda em 2019, no âmbito da Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque", informa o jornalista Jamil Chade, em seu Blog, que apurou que o governo de Jair Bolsonaro decidiu se retirar do processo, sob o argumento de que não iria participar de um exercício diplomático com base em resultados de governos anteriores.

Ora, o governo de extrema-direita, unilateralista e pró-estadunidense em política externa, e antissocial internamente, não vê as políticas sociais como de Estado, mas algo que diz respeito apenas ao governo de turno.

O Blog de Jamil Chade informa, no entanto que "na ONU, esses resultados não são considerados como dados ou políticas de um governo, e sim de um Estado". E acrescenta que a sabatina não avalia apenas o que foi feito, mas também o que está sendo feito para reduzir a pobreza e outras mazelas sociais.

Leia a íntegra

Ao vivo na TV 247 Youtube 247