Governo de coalizão da Itália entra em crise e eleições serão antecipadas

O vice-primeiro-ministro, ministro do Interior do governo de coalizão na Itália e líder do ultra-direitista partido da Liga Matteo Salvini pediu a realização de eleições antecipadas

Giuseppe Conte, primeiro-ministro italiano
Giuseppe Conte, primeiro-ministro italiano (Foto: Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-primeiro-ministro, ministro do Interior do governo de coalizão na Itália e líder do ultra-direitista partido da Liga Matteo Salvini pediu a realização de eleições antecipadas, informam as agências noticiosas internacionais.

Os constantes desentendimentos entre os parceiros do governo liderados pelo tecnocrata primeiro-ministro Guiseppe Conte se transformaram numa crise de governo após a votação do Projeto do Trem de Alta Velocidade entre Torino e Lyon.  

Matteo Salvini rompeu as relações com seus parceiros após a rejeição da moção Movimento Cinco Estrelas e troca de farpas entre os parceiros da coalizão de governo.    

Salvini, depois de se entrevistar com o primeiro-ministro Conte, declarou que o governo perdeu a maioria no parlamento: “Vimos claramente que não havia maioria na votação dos trens de alta velocidade".   

Na Itália, nas eleições gerais de 4 de março de 2018, dois partidos com mais votos, M5S liderados por Di Maio e o Partido da Liga liderado por Salvini estabeleceram um governo de coalizão em 1º de junho de 2018 sob a liderança do primeiro-ministro tecnocrata Conte.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247