Guerra comercial afetará os empregos, opina OMC

O diretor geral da Organização Mundial de Comércio (OMC), Roberto Azevedo, disse na terça-feira (25) que uma guerra comercial teria graves efeitos sobre o crescimento econômico global e os empregos

Guerra comercial afetará os empregos, opina OMC
Guerra comercial afetará os empregos, opina OMC
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Prensa Latina - O diretor geral da Organização Mundial de Comércio (OMC), Roberto Azevedo, disse na terça-feira (25) que uma guerra comercial teria graves efeitos sobre o crescimento econômico global e os empregos.

Em declarações durante um encontro da indústria em Berlim, Azevedo enfatizou estes problemas preocupado com as crescentes tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos, .

Disse que as luzes de alerta estão acesas. Uma continuação da escalada de tensões apresentaria uma maior ameaça à estabilidade, aos empregos e ao tipo de crescimento que estamos vendo hoje, disse.

Uma guerra comercial global desatada por problemas na cooperação comercial internacional reduziria o crescimento do comércio mundial em cerca de 70%, e a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) em 1,9%, sustentou Azevedo.

Enfatizou que nesse caso não existiriam vencedores para tal cenário e cada região seria afetada.

Agregou que a União Européia mesma veria uma queda de 1,7% no crescimento de seu PIB e que claramente não se pode permitir que isso aconteça.

Azevedo apontou várias propostas de reformas que abordam práticas que distorcem o comércio e os mecanismos existentes na OMC para resolver disputas comerciais, e acrescentou que os membros dessa organização têm que escolher em quais reformas querem focar.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247