Hackers iranianos dizem ter derrubado site de programa do governo dos EUA

A página do FDLP (Depositório Federal do Programa de Bibliotecas, da sigla em inglês), responsável por disponibilizar gratuita e publicamente publicações do governo, teve seu conteúdo original removido e substituído por mensagens pró-Irã neste fim de semana

Americanos protestam contra ataque de Trump a Irã e Iraque
Americanos protestam contra ataque de Trump a Irã e Iraque (Foto: Myrian Marques | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um site do governo americano foi o primeiro alvo de hackers iranianos desde o bombardeio que assassinou o general Qassem Soleimani. A página do FDLP (Depositório Federal do Programa de Bibliotecas, da sigla em inglês), responsável por disponibilizar gratuita e publicamente publicações do governo, teve seu conteúdo original removido e substituído por mensagens pró-Irã neste fim de semana.

Parte do conteúdo publicado contava com uma imagem do rosto de Donald Trump levando um soco na cara e sangrando pela boca. No momento da publicação desta matéria, o endereço já estava fora do ar.

À CNN, a porta-voz do DHS (Departamento de Segurança Interna), Sara Sendek, disse que o órgão estava ciente da invasão e da publicação de conteúdo favorável ao Irã e antiamericano, mas ela não acusou o Irã.

"Neste momento, não há confirmação de que isso foi a ação de atores patrocinados pelo estado do Irã. O site foi tirado do ar e não está acessível. A CISA (Agência de Cibersegurança e Segurança de Infraestrutura) está monitorando a situação com o FDPL e nossos parceiros federais", afirmou Sendek.

As informações são do Tilt

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247