Hezbolá afirma que derrubada de mísseis da tríplice agressão contra a Síria é grande vitória militar

O secretário-geral do Hezbolá, Hassan Nasralla, afirmou que a derrubada de mísseis da tríplice agressão (EUA, Reino Unido e França) por parte da defesa antiaérea síria é uma grande vitória militar, e assinalou que os ânimos do povo sírio, do Exército sírio e de sua liderança são mais fortes do que nunca

Hassan Nasralla
Hassan Nasralla (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O secretário geral do Hezbolá, Hassan Nasralla, afirmou que a derrubada de mísseis da tríplice agressão (EUA, Reino Unido e França) por parte da defesa antiaérea síria é uma grande vitória militar, e assinalou que os ânimos do povo sírio, do Exército sírio e de sua liderança são mais fortes do que nunca.

Nasrala acrescentou que a tríplice agressão lançou seus ataques contra a Síria um dia antes da entrada dos especialistas da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ) em Duma, porque sabem que o uso de substâncias tóxicas em Duma foi uma montagem.

Nasralla assinalou que é um delírio se alguém crê que a situação na Síria mudaria a favor dos sionistas ou dos Estados Unidos, ou de qualquer outro país da região, esclarecendo que com cada vitória do Exército sírio se repete o filme das armas químicas.

O líder do Hezbolá disse ainda que se a agressão tinha por objetivo elevar a moral dos grupos terroristas para que avancem em sua luta para derrubar o governo do presidente sírio Bachar Assad, o resultado foi frustrante.

O secretário geral do Hezbolá sublinhou que a agressão de maior envergadura complicaria a solução política da crise síria e as relações internacionais. Ele denuncia que alguns regimes do Golfo ofereciam grandes somas de dinheiro para realizar uma operação militar em grande escala na Síria, mas os Estados Unidos sabem o que significaria um enfrentamento deste tipo contra o país árabe e seus aliados, por isso realizou operações muito limitadas.

Com agência SANA

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247