Hillary sobe e apoio a Trump cai a menos de 40%

Pesquisa publicada neste domingo (27) pelo jornal norte-americano Washington Post e pela rede de TV ACB News, 51% dos entrevistados disseram que votariam na ex-secretária de Estado e apenas 39% no magnata republicano; parcial é a melhor até agora para Hillary, que teve 50% de apoio em março, antes de suas intenções de voto caírem para 44% em maio, quando Trump tomou a liderança

Pesquisa publicada neste domingo (27) pelo jornal norte-americano Washington Post e pela rede de TV ACB News, 51% dos entrevistados disseram que votariam na ex-secretária de Estado e apenas 39% no magnata republicano; parcial é a melhor até agora para Hillary, que teve 50% de apoio em março, antes de suas intenções de voto caírem para 44% em maio, quando Trump tomou a liderança
Pesquisa publicada neste domingo (27) pelo jornal norte-americano Washington Post e pela rede de TV ACB News, 51% dos entrevistados disseram que votariam na ex-secretária de Estado e apenas 39% no magnata republicano; parcial é a melhor até agora para Hillary, que teve 50% de apoio em março, antes de suas intenções de voto caírem para 44% em maio, quando Trump tomou a liderança (Foto: Realle Palazzo-Martini)

Da Agência Sputnik Brasil

Pesquisa publicada neste domingo (27) pelo jornal norte-americano Washington Post e pela rede de TV ACB News, 51% dos entrevistados disseram que votariam em Hillary Clinton nas eleições presidenciais dos EUA. Apenas 39% votariam em Trump.

A parcial é a melhor até agora para Hillary, que teve 50% de apoio em março, antes de suas intenções de voto caírem para 44% em maio, quando Trump tomou a liderança.

Ao longo da campanha, Trump vem sendo criticado por suas declarações polêmicas, que incluem desprezo a imigrantes, preconceito contra muçulmanos e observações machistas.

Hillary, por sua vez, foi criticada por utilizar um servidor privado em vez de uma conta de email do governo quando foi secretária de Estado, entre 2009 a 2013.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247