Humala lidera no Peru

Candidato de esquerda, apoiado pelo governo brasileiro, est frente da populista Keiko Fujimori



Uma pesquisa eleitoral realizada no Peru e divulgada neste domingo, duas semanas depois do primeiro turno da eleição presidencial peruana e seis semanas antes do segundo turno, mostrou o candidato da esquerda nacionalista, Ollanta Humala, na liderança com 42% de apoio. A pesquisa é a primeira desde 10 de abril.

A notícia de que Humala está à frente da congressista populista de direita, Keiko Fujimori, que tem 36% de apoio, pode deflagrar mais incerteza no mercado acionário, amanhã. Na semana que se seguiu à vitória de Humala, um ex-oficial militar de 48 anos, a Bolsa de Valores do Peru perdeu quase 9%. Desde então, a Bolsa tem tido negociação incerta, caindo com retiradas de investidores e, então, se recuperando levemente na busca por pechinchas.

A pesquisa Ipsos Apoyo também mostrou 12% preferindo votos brancos, uma forma de protestar no Peru, onde o voto é obrigatório, enquanto 10% estavam indecisos.

Forças favoráveis ao mercado são esperadas para ficar em torno de Keiko Fujimori, filha de 35 anos do ex-presidente Alberto Fujimori, mas diversas pessoas temem que ela possa ser uma repetição da forma ditatorial do pai, que cumpre sentença de 25 anos de prisão por abuso aos direitos humanos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pesquisa ainda perguntou aos eleitores qual era a maior dúvida sobre os dois candidatos. Dos ouvidos, 68% acreditavam que Keiko Fujimori iria libertar o pai. No caso de Humala, 39% acreditavam que o candidato pode tentar ficar no poder mais do que o mandato de cinco anos, enquanto 48% acreditavam que a campanha presidencial estava sendo financiada pelo aliado venezuelano, Hugo Chávez. Humala conta ainda com o apoio informal do governo brasileiro e de lideranças do PT, como Luís Favre e Valdemir Garreta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email