Incêndio em shopping na Sibéria provoca mais de 50 mortes

Número de mortos no incêndio registrado neste domingo (25) em um shopping da cidade russa de Kemerovo, na Sibéria, subiu para 64, segundo o Comitê de Instrução da Rússia (CIR); quatro pessoas foram detidas, dentre elas o arrendatário do local onde se originou o fogo e o diretor-geral da sociedade administradora do shopping; fogo se originou em um dos cinemas situados no quarto e último andar do shopping e de lá se propagou por todo o edifício

Incêndio em shopping na Sibéria provoca mais de 50 mortes
Incêndio em shopping na Sibéria provoca mais de 50 mortes (Foto: Divulação via REUTERS)

Agência Brasil - O número de mortos no incêndio registrado neste domingo (25) em um shopping da cidade russa de Kemerovo, na Sibéria, subiu para 64, informou nesta segunda-feira (26) o ministro para Situações de Emergência da Rússia, Vladimir Puchkov.

"Continuamos as operações de busca. Há desaparecidos", disse à imprensa Puchkov, que foi até o local do incêndio e indicou que os bombeiros e socorristas trabalham arriscando suas vidas, já que a estrutura do shopping ficou muito danificada pelo fogo. As informações são da agência de notícias EFE.

A porta-voz do Comitê de Instrução da Rússia (CIR), Svetlana Petrenko, informou a detenção de quatro pessoas no inquérito aberto em relação ao acidente.

Entre os detidos estão o arrendatário do local onde se originou o fogo e o diretor-geral da Zimnaya Vishnia, sociedade administradora do shopping.

Nos hospitais de Kemerovo continuam internadas 11 pessoas, e outras 36 receberam atendimento ambulatorial.

O fogo se originou em um dos cinemas situados no quarto e último andares do shopping, e de lá se propagou por todo o edifício. Em vídeos gravados por testemunhas ontem à noite, era possível ver visitantes do shopping saltarem pelas janelas para fugir do fogo.

De acordo com investigações preliminares, o alarme de incêndio não foi ativado, por isso as pessoas que estavam no shopping só perceberam o fogo quando uma fumaça densa tomou conta do prédio.

Os bombeiros lutaram por mais de seis horas para controlar as chamas, que afetaram uma área de 1.500 metros quadrados, mas durante esta manhã o incêndio voltou a ficar ativo.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247