Incêndios na Austrália já deixam 23 mortos, 12 só nesta semana

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, divulgou que a atual temporada de incêndios, que começou em setembro, já fez 23 vítimas fatais, sendo 12 nesta semana

Incêndio florestal na Austrália
Incêndio florestal na Austrália (Foto: GLEN MOREY/via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As queimadas saíram do controle na costa leste da Austrália neste sábado (4), alimentadas por altas temperaturas e fortes ventos que dificultaram o trabalho dos bombeiros de salvar vidas e propriedades, com uma mudança nas condições dos ventos fundindo várias frentes de incêndio.

Ao fim da noite, Victoria tinha 14 incêndios em níveis de alerta de emergência ou de evacuação, e New South Wales tinha 11 em níveis de emergência, com mais de 150 outros ao redor. Novas queimadas começaram e outras quebraram as linhas de contenção. 

“Alguns incêndios se fundindo - muito fortes, muito largos e intensos”, disse o comissário do Serviço de Incêndios Rurais (RSF) de New South Wales, Shane Fitzsimmons, em entrevista. 

O Departamento de Meteorologia (BOM, sigla em inglês) disse que as condições estão se deteriorando rapidamente, com uma mudança repentina nos ventos no sul da costa e fumaça dos incêndios provocando tempestades.

Autoridades estão preocupadas que os incêndios sejam piores do que na véspera do Ano Novo, quando queimaram grandes áreas de mata e forçaram milhares de habitantes e turistas a buscar refúgio nas praias. 

Em Victoria, o primeiro-ministro do Estado Daniel Andrews afirmou que, embora as condições sejam difíceis, o trabalho dos bombeiros foi facilitado por dezenas de milhares de pessoas acatando o conselho para evacuar a região. 

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, colocou a contagem nacional de mortes da atual temporada de incêndios, que começou em setembro, em 23 pessoas, sendo 12 nesta semana. 

Em atualizações, o Serviço de Incêndios Rurais (RSF) de New South Wales repetiu o conselho para quem ainda não havia evacuado as áreas de risco: “É tarde demais para evacuar. Busque refúgio quando o fogo se aproximar”. 

Moradores usaram as redes sociais para publicar fotos do céu ficando preto e vermelho, por causa da fumaça e do brilho dos incêndios, incluindo a cidade de Mallacoota, onde por volta de mil pessoas evacuaram para o mar, na sexta-feira.

Os primeiros desses refugiados chegaram perto de Melbourne neste sábado, após uma jornada de 20 horas de barco, e um segundo navio com cerca de mil pessoas atracou à tarde. 

O governo federal anunciou uma chamada sem precedentes de reservistas do exército para apoiar os bombeiros, assim como outros recursos que incluem um terceiro navio equipado para desastre e alívio humanitário. 

As temperaturas chegaram a 45 graus celsius na maior parte da área metropolitana de Sidney, com Penrith registrando 48,9 graus, segundo o BOM. Camberra, capital do país, registrou temperaturas de 44 graus. 

As informações são da Reuters

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247