Índia e China iniciam saída simultânea de tropas de região fronteiriça nos Himalaias, anuncia Pequim

A Índia e a China começaram a retirada das tropas na área de fronteira disputada entre os dois países, disse em comunicado Wu Qian, porta-voz do Ministério da Defesa da China

A China e a Índia tentam marcar território na região de Ladakh
A China e a Índia tentam marcar território na região de Ladakh (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - O Ministério da Defesa da China declarou que tanto Nova Deli como Pequim acordaram e começaram a saída simultânea das tropas dos dois países de uma região disputada.

A Índia e a China começaram a retirada das tropas na área de fronteira disputada entre os dois países, disse em comunicado Wu Qian, porta-voz do Ministério da Defesa da China.

"Segundo o acordo alcançado durante a nona rodada de conversações entre os comandantes militares, as forças indiana e chinesa iniciaram em 10 de fevereiro [quarta-feira] uma retirada simultânea planejada das tropas da linha de frente nas margens sul e norte do lago Pangong Tso", nos Himalaias, indicou o ministério em declaração.

A China e a Índia têm estado frequentemente envolvidas em tensões militares ao longo de décadas, principalmente devido à falta de uma fronteira demarcada na região de Ladakh, que por sua vez foi criada após a guerra de 1962 entre ambos os países.

Em 2020, a situação no leste de Ladakh se agravou depois que aproximadamente 250 soldados chineses e indianos se enfrentaram na noite de 5 de maio na zona de Pangong Tso, deixando mais de 100 feridos de ambos os lados, confronto que só cessou após uma reunião entre os líderes locais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email