Índia faz ataques aéreos no Paquistão contra supostos terroristas

A Índia realizou nesta terça-feira (26) ataques aéreos contra alvos 'terroristas' localizados ao longo da linha de controle na região de Jammu e Caxemira, disputada entre a Índia e o Paquistão, tendo destruído completamente um acampamento, informou o ministro de Agricultura indiano, Gajendra Singh Shekhawat

Índia faz ataques aéreos no Paquistão contra supostos terroristas
Índia faz ataques aéreos no Paquistão contra supostos terroristas

247, com Sputnik - A Índia realizou nesta terça-feira (26) ataques aéreos contra alvos 'terroristas' localizados ao longo da linha de controle na região de Jammu e Caxemira, disputada entre a Índia e o Paquistão, tendo destruído completamente um acampamento, informou o ministro de Agricultura indiano, Gajendra Singh Shekhawat.

"Hoje de manhã a Força Aérea [da Índia] realizou um ataque contra acampamento terrorista ao longo da linha de controle e destruiu-os completamente", revelou o ministro.

O Ministério das Relações Exteriores da Índia informou que a Força Aérea indiana efetuou o ataque porque o Paquistão não tinha adotado nenhuma medida para eliminar a infraestrutura dos terroristas no seu território.

Segundo o primeiro vice-chanceler indiano, Vijay Keshav Gokhale, os serviços secretos da Índia receberam "informações confiáveis" de que a organização terrorista Jaish-e-Mohammed preparava novos ataques suicidas no país, o que tornou "absolutamente necessário" o ataque preventivo contra seu acampamento no Paquistão.
Participaram da operação 12 caças Mirage 2000, que lançaram bombas com um peso total de 1.000 quilogramas sobre os acampamentos, informou a agência ANI citando fontes militares.

O chanceler paquistanês Shah Mahmood Qureshi declarou, por sua vez, que as forças do Paquistão estão prontas para responder a qualquer agressão militar.

Anteriormente, o porta-voz do Exército paquistanês, general Asif Ghafoor, disse que aviões militares indianos cruzaram a linha de controle fronteiriça na região de Caxemira e "liberaram uma carga útil", tendo o Paquistão enviado seus próprios jatos.

O incidente ocorre após a escalada das tensões entre a Índia e o Paquistão desde o atentado suicida de 14 de fevereiro na Caxemira, quando 45 paramilitares indianos foram mortos por um grupo militante paquistanês. Nova Deli culpou Islamabad, que nega ter tido qualquer papel no ataque.

A região de Jammu e Caxemira é disputada entre a Índia e o Paquistão desde o fim do colonialismo britânico em 1947. Após vários conflitos armados, os dois países concordaram em um cessar-fogo em 2003. Desde então, ambos os lados se acusam repetidamente de violar a trégua, com a contínua instabilidade na região, levando ao surgimento de vários grupos extremistas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247