Irã afirma que dará resposta 'avassaladora' se for atacado por Israel

O porta-voz da Chancelaria iraniana mandou um recado a Israel, reiterando a determinação de seu país em defender suas fronteiras e território e rechaçar qualquer agressão do sionistas

Musavi, porta-voz da Chancelaria iraniana
Musavi, porta-voz da Chancelaria iraniana (Foto: HispanTV)

HispanTV - O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Seyed Abbas Musavi, advertiu Israel na quinta-feira (19), em entrevista ao jornal Al Alam, que "não se atreva a apontar para alvos diretamente ligados ao Irã". 

Caso isto ocorra, afirmou o porta-voz, os sionistas "enfrentarão consequências bastante dolorosas". Musavi reagiu às declarações do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, que em agosto havia dito que "o Irã não tem imunidade em lugar algum", em sua primeira reação às mais recentes ofensivas contra as Unidades de Mobilização Popular do Iraque (Al-Hashad Al-Shabi, em árabe), admitindo implicitamente a autoria desses ataques.  

As autoridades israelenses ameaçaram repetidamente atacar as forças populares iraquianas, alegando que o Irã usa as Unidades de Mobilização Popular no Iraque para "transferir armas e munições para a Síria". 

O regime israelense, da mesma maneira, afirmou repetidamente atacar as supostas posições iranianas na região, especialmente na Síria.  "As forças do regime sionista sabem muito bem que se apontarem contra qualquer lado do Irã ou das forças iranianas, enfrentarão imediatamente uma resposta avassaladora", reiterou.  

A República Islâmica denuncia que as ameaças de Israel violam a Carta das Nações Unidas.   

As autoridades iranianas expressaram em várias ocasiões a determinação de seu país em defender suas fronteiras e território, alertando para as constantes agressões de Israel contra os países vizinhos, que constituem a maior ameaça à segurança no Oriente Médio.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247