Irã: EUA tentam 'escapar das responsabilidades internacionais' alegando tentativa de ataque a Bolton

Irã culpou Washington pela "disseminação destes mitos sem fundamento e sem fios", que afirmou fazerem parte da "política iranófoba fracassada" dos EUA

www.brasil247.com - John Bolton
John Bolton (Foto: Agência Brasil)


Sputnik - Os EUA tentam distrair a atenção de suas ações falando de um suposto plano de assassinato do ex-conselheiro de Segurança Nacional americano, segundo Nasser Kanaani, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã.

Nasser Kanaani, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, respondeu na sexta-feira (12) às declarações da administração de Joe Biden de que um cidadão iraniano planejava assassinar John Bolton, ex-conselheiro de Segurança Nacional sob Donald Trump (2018-2019).

O Departamento de Justiça dos EUA disse na quarta-feira (10) que Mehdi Rezayi tentou pagar a indivíduos nos EUA até US$ 300.000 (R$ 1,5 milhão) para executar o assassinato de Bolton nos estados de Washington ou Maryland, em suposta vingança pelo assassinato em janeiro de 2020 de Qassem Soleimani, general iraniano do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês).

Apesar de não haver informação da participação de Bolton do plano, ele aprovou a ação mais tarde.

Kanaani escreveu no Twitter na sexta-feira que "fabricar histórias sobre um elemento politicamente falido, um conhecido terrorista e um golpista contra Estados independentes, é uma tentativa enganosa dos EUA de escapar das responsabilidades internacionais".

O porta-voz apontou ainda que "tais fanfarras não vão branquear a imagem [do] regime dos EUA, mas sim tornar os iranianos e o mundo mais ressentidos com isso".

Poucos dias antes, Kanaani culpou Washington pela "disseminação destes mitos sem fundamento e sem fios", que afirmou fazerem parte da "política iranófoba fracassada" dos EUA.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email