Irã fará nova proposta sobre acordo nuclear

O Irã se ofereceu para ratificar um documento determinando inspeções mais invasivas em eu programa nuclear se os Estados Unidos abandonarem as sanções econômicas contra o país, disse o jornal inglês The Guardian na quinta-feira, em uma proposta que ainda tem a desconfiança dos Estados Unidos

IRN03. TEHERÁN (IRÁN), 29/08/2017. Fotografía cedida por el sitio web de la oficina presidencial del presidente iraní Hasán Rouhaní participando en una entrevista en vivo con la Televisión Nacional Iraní (IRIB) hoy, martes 29 de agosto de 2017, en Teherán (Irán). Medios de comunicación informaron que Rouhaní rechazó las demandas de los Estados Unidos de inspeccionar los sitios militares iraníes por el organismo de control nuclear de la ONU diciendo que Irán todavía estaba comprometido con un acuerdo nuclear y con la Agencia Internacional de Energía Atómica (AIEA). EFE/Oficina Presidencial de Irán/SOLO USO EDITORIAL/NO VENTAS
IRN03. TEHERÁN (IRÁN), 29/08/2017. Fotografía cedida por el sitio web de la oficina presidencial del presidente iraní Hasán Rouhaní participando en una entrevista en vivo con la Televisión Nacional Iraní (IRIB) hoy, martes 29 de agosto de 2017, en Teherán (Irán). Medios de comunicación informaron que Rouhaní rechazó las demandas de los Estados Unidos de inspeccionar los sitios militares iraníes por el organismo de control nuclear de la ONU diciendo que Irán todavía estaba comprometido con un acuerdo nuclear y con la Agencia Internacional de Energía Atómica (AIEA). EFE/Oficina Presidencial de Irán/SOLO USO EDITORIAL/NO VENTAS (Foto: .)

Reuters - A oferta do Irã, apresentada por seu ministro de Relações Exteriores a jornalistas, era para ratificar imediatamente o Protocolo Adicional, que dá aos inspetores da ONU mais ferramentas para verificar que o programa nuclear do país é pacífico.   

Embora autoridades dos Estados Unidos sugiram que a ideia não é uma solução, ela poderia oferecer uma abertura para que o governo do presidente Donald Trump busque um caminho diplomático.   

“Se Trump quiser mais por mais, podemos ratificar o Protocolo Adicional e ele pode suspender as sanções que estabeleceu”, disse o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, a jornalistas segundo o Guardian e outros veículos de imprensa.   

Entretanto, já que o Irã já estava implementando o protocolo e já ofereceu no passado ratificá-lo, não está claro se a proposta de Zarif representa uma concessão.  

Sob o acordo nuclear aceito por Teerã, o Irã deve buscar ratificação do Protocolo Adicional oito anos após o acordo ter sido implementado, mesmo tempo estabelecido para que os Estados Unidos buscassem o fim de muitas as sanções aplicadas ao Irã.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247