Irã prevê 'destino amargo' para quem violar sua soberania

O contra-almirante Alireza Tangsiri mandou um forte recado às forças estrangeiras que ousem violar as fronteiras marítimas do Irã

Irã, Contra-almirante Alireza Tangsiri
Irã, Contra-almirante Alireza Tangsiri (Foto: HispanTV)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

HispanTV - "Se alguma força estrangeira se atrever a violar as fronteiras marítimas, terá um destino amargo", anunciou na terça-feira (1º/10) o comandante da Marinha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (CGRI) do Irã, contra-almirante Alireza Tangsiri.  

O aumento da presença militar dos EUA no Golfo Pérsico e a decisão deste país de criar uma força naval na área aumentaram a tensão entre o Irã e os Estados Unidos. Washington diz que sua missão marítima visa abordar o que chama de "ameaça iraniana" e supostamente garantir "a segurança" da navegação na região.  

Até agora, apenas o regime de Israel, Bahrein e o Reino Unido acolheram com satisfação o apelo, que foi rejeitado pelos outros aliados de Washington.  As autoridades iranianas, por sua vez, consideram que as tentativas dos EUA vão fracassar. 

O Irã considera que ele próprio e demais países do Golfo é que têm a responsabilidade de garantir a segurança da área.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247