Israelense é morto esfaqueado por palestino, dizem autoridades de Israel

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o israelense havia morrido devido a seus ferimentos, fazendo o anúncio durante reunião semanal de parlamentares de seu partido de direita, Likud

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o israelense havia morrido devido a seus ferimentos, fazendo o anúncio durante reunião semanal de parlamentares de seu partido de direita, Likud
O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o israelense havia morrido devido a seus ferimentos, fazendo o anúncio durante reunião semanal de parlamentares de seu partido de direita, Likud (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Reuters -  Um palestino esfaqueou e matou um israelense em um assentamento judeu na Cisjordânia ocupada nesta segunda-feira, disseram autoridades de Israel.

O incidente aconteceu em Ariel, um dos maiores assentamentos israelenses no território. Um oficial do Exército que viu o agressor o atingiu com seu veículo, mas o palestino fugiu e soldados iniciaram uma operação de busca, disse o Exército.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o israelense havia morrido devido a seus ferimentos, fazendo o anúncio durante reunião semanal de parlamentares de seu partido de direita, Likud.

A tensão tem crescido na Cisjordânia desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital de Israel no dia 6 de dezembro, rompendo com décadas de políticas norte-americanas que defendiam que o status da cidade precisaria ser decidido em negociações de paz entre Israel e palestinos.

Jerusalém Oriental foi tomada por Israel durante a guerra de 1967, mas os palestinos querem essa parte da cidade como capital de seu futuro Estado. Israel considera toda a cidade de Jerusalém como sua capital eterna e indivisível, uma reivindicação que não é reconhecida internacionalmente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247