Jamie Oliver é criticado por parceria com a Sadia

Famoso chefe inglês Jamie Oliver, que defende um modo de vida saudável, propondo que as pessoas se alimentem melhor, fechou um contrato com a Sadia que, por outro lado, é vista como uma empresa de comidas industrializadas e que dificulta a proposta do chef; “Estou errado? Talvez. Mas, para mim, estar dentro dessa máquina, uma empresa que é responsável por 18% do frango no mundo é algo positivo. Mas em um ano vamos conversar e eu vou te mostrar o resultado do que fiz”, disse

Famoso chefe inglês Jamie Oliver, que defende um modo de vida saudável, propondo que as pessoas se alimentem melhor, fechou um contrato com a Sadia que, por outro lado, é vista como uma empresa de comidas industrializadas e que dificulta a proposta do chef; “Estou errado? Talvez. Mas, para mim, estar dentro dessa máquina, uma empresa que é responsável por 18% do frango no mundo é algo positivo. Mas em um ano vamos conversar e eu vou te mostrar o resultado do que fiz”, disse
Famoso chefe inglês Jamie Oliver, que defende um modo de vida saudável, propondo que as pessoas se alimentem melhor, fechou um contrato com a Sadia que, por outro lado, é vista como uma empresa de comidas industrializadas e que dificulta a proposta do chef; “Estou errado? Talvez. Mas, para mim, estar dentro dessa máquina, uma empresa que é responsável por 18% do frango no mundo é algo positivo. Mas em um ano vamos conversar e eu vou te mostrar o resultado do que fiz”, disse (Foto: Roberta Namour)

SÃO PAULO – No Brasil para divulgar uma parceria com a Sadia, o famoso chefe inglês Jamie Oliver está sendo criticado antes mesmo dela ser anunciada: ele defende um modo de vida saudável, propondo que as pessoas se alimentem melhor, e a Sadia, por outro lado, é vista como uma empresa de comidas industrializadas e que dificulta a proposta do chef. A parceria foi divulgada na semana passada, mas será anunciada oficialmente ainda nesta quarta-feira (6).

Nas redes sociais, os usuários que criticam a parceria afirmam que a Sadia estaria fazendo a parceria apenas para alavancar as vendas. As informações são do jornal O Globo.

Ainda na semana passada, após saber da parceria, chefs brasileiros e latinos que participam do programa Food Revolution, criado pelo chef inglês, também se mostraram contrários -- e alguns chegaram até a abandonar o projeto. O programa têm como objetivos mostrar às pessoas a importância de comer alimentos frescos e convencê-las a abandonar os industrializados.

Em entrevista ao Globo, uma das embaixadoras do programa no Brasil, a especialista em alimentação natural Lara Folster, afirmou que “não faz sentido ele defender alimentação saudável e se unir à Sadia”.

Consequências

A parceria entre o chef e a Sadia pode fazer com que o Food Revolution perca seu lugar no Festival de Gastronomia Orgânica, em São Paulo. Ainda segundo o Globo, esse é um dos eventos de alimentação limpa mais importantes do continente.

Essa não é a primeira visita de Jamie Oliver ao Brasil que gera polêmica: quando visitou o país em 2014, durante a Copa do Mundo, ele criticou doces brasileiros como o brigadeiro e o quindim de “porcarias”. O comentário, claro, gerou revolta nas redes sociais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247