Jornalista da Noruega diz que fake news de Bolsonaro seriam "inaceitáveis" no país

Ståle Grut, que é jornalista de tecnologia da Norwegian Broadcasting Corporation, empresa pública de comunicação do país escandinavo, diz que políticos do país que usam notícias falsas são desprezados

(Foto: Foto: Divulgação)

William De Lucca, 247 - O vídeo falso postado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), onde ele usa um vídeo gravado em território dinamarquês para criticar a caça às baleias na Noruega, repercutiu mal no país escandinavo.

Ouvido pelo Brasil 247, o jornalista Ståle Grut, especialista em tecnologia da Norwegian Broadcasting Corporation, empresa pública de comunicação do país, disse que as cenas publicadas por Bolsobaro foram filmadas nas Ilhas Faröe, pequeno arquipélago isolado integrante da Dinamarca.

"Repercutiu muito mal sim, porque o vídeo não tem nada a ver com a Noruega, como é foi dito na edição. Não é caso", explicou Grut.

O jornalista diz que muitos políticos tentam usar dados e declarações falsas de tempos em tempos, mas que o que foi feito por Bolsonaro não seria tolerado.

"Uma informação obviamente falsa como esta não seria aceita", disse o norueguês.

Em relação ao corte de recursos por parte do governo da Noruega para o Fundo Amazônico, Ståle diz que a preservação da floresta amazônica é tratada no país como "medida ambiental mais importante da Noruega".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247