Juiz federal dos EUA ordena recontagem de votos em Michigan

Juiz federal Mark Goldsmit ordenou que a recontagem dos votos da eleição presidencial dos Estados Unidos no Michigan comece ao meio-dia desta segunda-feira (5) e instruiu o Estado a encerrar o processo até o o próximo dia 13; segundo Goldsmith "as preocupações orçamentárias não são significativas o suficiente para se correr o risco de se desautorizar os quase 5 milhões de eleitores de Michigan"; processos de recontagem também foram iniciados em Michigan, Pensilvânia e Wisconsin

Eleições nos EUA
Eleições nos EUA (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Um juiz federal ordenou que a recontagem dos votos da eleição presidencial dos Estados Unidos no Michigan comece ao meio-dia desta segunda-feira e instruiu o Estado a encerrar o processo até o prazo federal de 13 de dezembro.

O juiz Mark Goldsmith emitiu a ordem por escrito nesta segunda-feira, em decorrência de uma audiência ocorrida na noite de domingo em um tribunal federal no distrito leste da divisão sul de Michigan.

Goldsmith ordenou que, uma vez iniciada, a recontagem "deve continuar até nova ordem desta corte". A nova soma, que irá começar às 12h, foi exigida dois dias antes de um período de espera de dois dias que o Estado planejava observar a partir de quarta-feira.

Em seu veredicto, Goldsmith escreveu que "as preocupações orçamentárias não são significativas o suficiente para se correr o risco de se desautorizar os quase 5 milhões de eleitores de Michigan".

Processos foram iniciados em Michigan, Pensilvânia e Wisconsin, três Estados do "Cinturão da Ferrugem" que renegaram seu histórico de apoio a democratas e deram vitórias apertadas ao republicano Donald Trump na eleição de 8 de novembro que, no final das contas, garantiram seu êxito sobre a rival democrata Hillary Clinton.

O secretário de Justiça de Michigan, Bill Schuette, que é republicano, entrou com uma ação na sexta-feira para deter a recontagem solicitada em seu Estado, no qual Trump venceu com uma margem de cerca de 10.700 votos.

A recontagem do Wisconsin começou no final da semana passada.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247