Kim Jong Un considera produtivas conversas com Mike Pompeo

O líder da República Popular Democrática da Coreia (RPDC), Kim Jong Un, descreveu as suas conversas no domingo (7) com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, como "produtivas e notáveis", informou nesta segunda-feira a agência estatal KCNA

Kim Jong Un considera produtivas conversas com Mike Pompeo
Kim Jong Un considera produtivas conversas com Mike Pompeo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Diário do Povo - O líder da República Popular Democrática da Coreia (RPDC), Kim Jong Un, descreveu as suas conversas no domingo (7) com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, como "produtivas e notáveis", informou nesta segunda-feira a agência estatal KCNA.

Kim e Pompeo concordaram em realizar uma cúpula entre o líder da RPDC e o presidente Donald Trump "o mais cedo possível", e discutiram o possível monitoramento dos EUA dos passos de Pyongyang em direção à desnuclearização, informou o gabinete presidencial de Seul no domingo, após uma reunião fechada entre Pompeo e o presidente sul-coreano Moon Jae-in.

Pompeo também discutiu medidas adicionais de desnuclearização que Pyongyang pode tomar, bem como o monitoramento de Washington do processo de verificação e "medidas correspondentes".

De acordo com a KCNA, "Kim Jong Un expressou satisfação pelas conversas produtivas e notáveis com Mike Pompeo, durante as quais as disposições mútuas foram plenamente compreendidas e opiniões foram trocadas", tendo as duas partes concordado em realizar negociações de trabalho para a segunda cúpula RPDC-EUA.

Kim disse que acredita que o diálogo entre ambos os países pode continuar a se desenvolver favoravelmente "com base na confiança entre os líderes dos dois países" e agradeceu a Trump pelo seu esforço em implementar o acordo feito durante o seu encontro histórico em junho, segundo a KCNA.

Ao mesmo tempo, Pompeo disse que a sua viagem a Pyongyang foi "um outro passo para" a desnuclearização e que teve uma "conversa boa e produtiva" com Kim, mas acrescentou cautelosamente que é preciso fazer mais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247