Kremlin nega que agentes russos tenham invadido contas do Yahoo

Kremlin afirmou que o serviço de espionagem russo FSB não teve envolvimento em qualquer atividade cibernética ilegal, um dia após os Estados Unidos acusarem dois agentes de inteligência russos e outras duas pessoas de invadirem 500 milhões de contas do Yahoo; "Temos dito repetidamente que não pode haver qualquer discussão sobre qualquer envolvimento de qualquer agente russo, incluindo do FSB (Serviço de Segurança Federal), em qualquer atividade cibernética ilegal", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov

Kremlin, Moscou, Rússia
Kremlin, Moscou, Rússia (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Kremlin afirmou nesta quinta-feira que o serviço de espionagem russo FSB não teve envolvimento em qualquer atividade cibernética ilegal, um dia após os Estados Unidos acusarem dois agentes de inteligência russos e outras duas pessoas de invadirem 500 milhões de contas do Yahoo.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que a Rússia não recebeu qualquer informação oficial sobre as denúncias, e que soube do caso apenas por reportagens da mídia. Ele disse a repórteres, em uma teleconferência, que Moscou espera receber informações oficias sobre o caso.

"Temos dito repetidamente que não pode haver qualquer discussão sobre qualquer envolvimento de qualquer agente russo, incluindo do FSB (Serviço de Segurança Federal), em qualquer atividade cibernética ilegal", disse Peskov.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247