Lewis Hamilton e CR7 denunciam devastação da Amazônia: "mundo precisa se unir e ajudar"

A devastação da Floresta Amazônica, patrocinada por Jair Bolsonaro, tem mobilizado personalidades globais; o piloto Lewis Hamilton classificou os incêndios como "devastadores" e disse à ONU que está "pronto para ajudar de qualquer maneira possível"; jogador Cristiano Ronaldo reforçou: "É nossa responsabilidade ajudar a salvar nosso planeta"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A devastação da Floresta Amazônia pela onda de incêndios, em grande parte estimulados por Jair Bolsonaro, está sendo denunciada pelo mundo. 

Personalidades globais do esporte e da música se engajaram na defesa da floresta. Pelo Instagram, o piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton disse que a Floresta Amazônica está queimando a uma taxa recorde e houve 80% mais incêndios neste ano em comparação ao ano passado. 

"Os cientistas referem-se à Amazônia como os pulmões da Terra, pois ela produz 20% do oxigênio que respiramos. Mais do que um campo de futebol está sendo destruído a cada minuto todos os dias, o mundo precisa se unir e ajudar. Se você ainda não fez, por favor poste sobre isso, é vital que continuemos a desencadear a ação. @unitednations se houver algo que eu possa fazer, estou pronto para ajudar de qualquer maneira possível", escreveu o piloto pentacampeão de Fórmula1.

O jogador português Cristiano Ronaldo também pediu ações de proteção da Floresta Amazônica. O craque do Juventus usou sua conta oficial no Instagram para dizer que é responsabilidade de todos salvar o planeta. "A Floresta Amazônica produz mais de 20% do oxigênio do mundo e está queimando nas últimas três semanas. É nossa responsabilidade ajudar a salvar nosso planeta", postou o atleta.

Também se manifestaram em defesa da Amazônia a modelo Gisele Bündchen, a cantora Anitta, a atriz Bruna Marquezine entre outras personalidades. 

O ator Leonardo DiCaprio disse que as queimadas na Amazônia são um fato "aterrorizante". "Aterrorizante pensar que a Amazônia é a maior floresta tropical do planeta, criando 20% do oxigênio da Terra, basicamente os pulmões do mundo, tem pegado fogo e queimado nos últimos 16 dias consecutivamente, literalmente sem cobertura da mídia! Por quê?", questiona (leia mais no Brasil 247). 

Jornais de vários países destacam as chamas que atingem a floresta e dizem que os focos de incêndios são feitos propositadamente por fazendeiros e grileiros e pedem ações de proteção. Enquanto Bolsonaro diz que ONGs estariam por trás das queimadas, sem apresentar provas da declaração. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247