Libertada, Yulia diz: "acabou a ditadura"

"Nossa pátria vai a partir de hoje ser capaz de ver o sol e o céu uma vez que a ditadura chegou ao fim", disse a líder da oposição da Ucrânia Yulia Tymoshenko, depois de ser libertada do hospital onde esteve detida a maior parte do tempo desde que foi presa em 2011

"Nossa pátria vai a partir de hoje ser capaz de ver o sol e o céu uma vez que a ditadura chegou ao fim", disse a líder da oposição da Ucrânia Yulia Tymoshenko, depois de ser libertada do hospital onde esteve detida a maior parte do tempo desde que foi presa em 2011
"Nossa pátria vai a partir de hoje ser capaz de ver o sol e o céu uma vez que a ditadura chegou ao fim", disse a líder da oposição da Ucrânia Yulia Tymoshenko, depois de ser libertada do hospital onde esteve detida a maior parte do tempo desde que foi presa em 2011 (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

KHARKIV, Ucrânia (Reuters) - A líder da oposição da Ucrânia Yulia Tymoshenko afirmou que a votação no Parlamento que definiu a deposição do presidente Viktor Yanukovich representa a queda de um ditador.

"Nossa pátria vai a partir de hoje ser capaz de ver o sol e o céu uma vez que a ditadura chegou ao fim", disse a jornalistas depois de ser libertada do hospital onde esteve detida a maior parte do tempo desde que foi presa em 2011.

Ao lamentar as mortes ocorridas durante os protestos contra o governo de Yanukovich em confrontos com a polícia, ela disse que deve ser feito de tudo para que "cada gota de sangue não tenha sido derramada em vão."


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email