Líder norte-coreano ordena medidas de segurança antes de prazo para conversa nuclear

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, pediu durante uma reunião da direção do Partido do Trabalho, força dirigente do país, medidas “positivas e ofensivas” para garantir a segurança antes do prazo de fim de ano que estabeleceu para as conversas de desnuclearização com os Estados Unidos, informou a agência de notícias estatal KCNA nesta segunda-feira

Kim Jong Un
Kim Jong Un (Foto: KCNA/Ag. Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O dirigente do Partido do Trabalho da Coreia e líder máximo da República Popular Democrática da Coreia, Kim Jong Un,  convocou uma reunião no final de semana com autoridades de alto escalão do partido para debater questões políticas em meio à elevação da tensão resultante do prazo que deu para os EUA suavizarem sua postura nas negociações hoje travadas sobre o desmantelamento dos programas nuclear e de mísseis de Pyongyang.

Ao intervir na reunião, Kim sugeriu ações nas áreas das relações exteriores, da indústria de munições e das Forças Armadas, enfatizando a necessidade de adotar “medidas positivas e ofensivas para garantir plenamente a soberania e a segurança de nosso país”, noticiou a KCNA, sem dar detalhes.

A reunião foi a maior sessão plenária do 7º Comitê Central do partido desde o primeiro encontro sob o comando de Kim, em 2013, informa a Reuters

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247