Líder trabalhista chama Boris Johnson de 'Trump do Reino Unido'

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, chamou nesta quinta-feira o novo primeiro-ministro, o conservador Boris Johnson, de "Trump do Reino Unido", e disse que o país precisa de "competência" e não "fanfarronadas"

(Foto: Dominic Lipinski/Sputnik)

EFE - O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, chamou nesta quinta-feira (24) o novo primeiro-ministro, o conservador Boris Johnson, de "Trump do Reino Unido", e disse que o país precisa de "competência" e não "fanfarronadas".

Em seu primeiro discurso parlamentar, Johnson, que assumiu ontem a chefia de governo, reiterou sua promessa de tirar o país da União Europeia (UE) em 31 de outubro e expressou sua intenção de transformar o país no "maior do planeta".

Em sua réplica, Corbyn lembrou o apoio que o novo premiê recebeu do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - que o chamou originalmente de "Trump do Reino Unido" -, e alertou contra o perigo de o país se transformar em um Estado "vassalo".

O líder trabalhista pediu a Johnson que descarte abrir às empresas americanas o sistema público de saúde britânico, através de um acordo comercial com os EUA - fato que Trump analisou na sua recente visita ao Reino Unido -, e a reintrodução da pena de morte, defendida por uma das ministras do seu gabinete.

Sobre o brexit, Johnson não quis se comprometer a dar à Câmara dos Comuns a última palavra se não conseguir renegociar com a União Europeia (UE) o pacto fechado por sua antecessora, Theresa May, que foi rejeitado três vezes pelo parlamento britânico.

Embora tenha afirmado que sua "preferência" é sair do bloco de forma negociada, o novo líder britânico reiterou que sua prioridade é deixar a UE na data prevista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247