Londres rejeita convocar novo referendo sobre UE

Governo britânico disse que não pretende convocar outro referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE); hipótese de uma nova consulta popular ganhou força nos últimos dias, quando mais de 2 milhões de pessoas assinaram uma petição online solicitando outro referendo

Governo britânico disse que não pretende convocar outro referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE); hipótese de uma nova consulta popular ganhou força nos últimos dias, quando mais de 2 milhões de pessoas assinaram uma petição online solicitando outro referendo
Governo britânico disse que não pretende convocar outro referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE); hipótese de uma nova consulta popular ganhou força nos últimos dias, quando mais de 2 milhões de pessoas assinaram uma petição online solicitando outro referendo (Foto: Paulo Emílio)

Ansa Brasil - O governo britânico disse hoje (27) que não pretende convocar outro referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE). A hipótese de uma nova consulta popular ganhou força nos últimos dias, quando mais de 2 milhões de pessoas assinaram uma petição online solicitando outro referendo. O site petition.parliament.uk chegou a travar com a quantidade de pedidos.

A iniciativa partiu de um cidadão identificado como William Oliver Healy, que pede para os deputados britânicos a "implementação de uma norma pela qual, se o voto para sair ou ficar na UE for inferior a 60%, com uma participação de 75%, deveria ser convocado outro referendo".

Na consulta da última quinta-feira (23), 51,9% dos eleitores votaram para que o Reino Unido saísse da UE, contra 48,1%. A eleição contou com 72% da participação.

O Partido Conservador também disse hoje que o novo líder da legenda será apresentado até 2 de setembro, em substituição ao posto de David Cameron, que renunciou devido à derrota nas urnas pelo Brexit (sigla que significa Britain e exit - saída em inglês).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247