Lugar de droga é na drogaria: Uruguai venderá maconha em farmácias

O Uruguai começará em julho a vender maconha produzida por empresas privadas sob controle estatal em farmácias, anunciou nesta quinta-feira (6) a Presidência da República; o país aprovou em 2013 uma lei de Regulação da Cannabis que permite três mecanismos para obter a droga legalmente: o autocultivo em casa, o cultivo cooperativo em clubes e venda de maconha produzida por particulares, controlados pelo Estado, através das farmácias na última etapa para implementar totalmente a norma

Maconha
Maconha (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O Uruguai começará em julho a vender maconha produzida por empresas privadas sob controle estatal em farmácias, anunciou nesta quinta-feira (6) a Presidência da República.

O país aprovou em 2013 uma lei de Regulação da Cannabis que permite três mecanismos para obter a droga legalmente: o autocultivo em casa, o cultivo cooperativo em clubes e venda de maconha produzida por particulares, controlados pelo Estado através das farmácias na última etapa para implementar totalmente a norma.

As informações são de reportagem da France Press.

"'Em 2 de maio vamos habilitar o registro de usuários (consumidores individuais)' do país e 'no mês de julho vai se fornecer a cannabis nas farmácias', informou o pró-secretário da Presidência e presidente da Junta Nacional de Drogas, Juan Andrés Roballo, em coletiva de imprensa.
Consultado sobre uma data exata do mês de julho, Roballo se limitou a apontar que "nas duas primeiras semanas de julho, nessa altura".
A droga será vendida a US$ 1,30 o grama, segundo o secretário-geral da Junta Nacional de Drogas, Diego Olivera.

Esse preço inclui o lucro das empresas produtoras, das farmácias vendedoras e o montante que ficará com o Estado e que será utilizado "fundamentalmente para políticas de prevenção" do consumo de drogas.

A maconha, com efeito psicoativo, será comercializada em quantidades de 5 e 10 gramas. "Vamos começar com a embalagem de 5 gramas", informou Olivera.

O Uruguai conta com um total de 400 quilos de maconha produzida por duas empresas privadas para iniciar essa última etapa de implementação da lei aprovada em 2013 para regular a produção e a comercialização de cannabis."

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247