Macri também comete gafe no Mercosul

Presidente argentino se ofereceu para assumir o bloco para evitar que Caracas lidere o Mercosul; "Nós vamos presidir os próximos meses o Mercosul", disse Macri em Bruxelas, surpreendendo até sua chanceler Susana Malcorra; segundo ele, Nicolás Maduro "violou todos os direitos humanos" e "levou à fome e ao abandono a população venezuelana. Por isso, precisam de eleições o mais rápido possível"

Brasília- DF 04-12-2015 Foto Lula Marques/Agência PT Presidenta, Dilma, recebe, Maurício Macri Presidente eleito da República Argentina Palácio do Planalto
Brasília- DF 04-12-2015 Foto Lula Marques/Agência PT Presidenta, Dilma, recebe, Maurício Macri Presidente eleito da República Argentina Palácio do Planalto (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O presidente argentino Mauricio Macri se ofereceu para assumir o bloco para evitar que Caracas lidere o Mercosul e cometeu uma nova gafe sobre o impasse.

"Nós vamos presidir os próximos meses o Mercosul", disse Macri em Bruxelas, surpreendendo até sua chanceler Susana Malcorra.

Segundo ele, Nicolás Maduro "violou todos os direitos humanos" e "levou à fome e ao abandono a população venezuelana. Por isso, precisam de eleições o mais rápido possível".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247