Macron convoca embaixador na Turquia após fala de Erdogan

"Os comentários do presidente Erdogan são inaceitáveis. O ultraje e o insulto não são métodos", disse o gabinete de Macron em comunicado, citado pela agência Reuters

(Foto: Twitter/Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – A governo da França chamou de volta neste sábado (24) o embaixador do país na Turquia após um comentário do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, criticando o seu homólogo francês, Emmanuel Macron.

"Os comentários do presidente Erdogan são inaceitáveis. O ultraje e o insulto não são métodos", disse o gabinete de Macron em comunicado, citado pela agência Reuters.

Mais cedo, Erdogan criticou Macron devido à atitude dispensada pelo francês em relação aos muçulmanos e ao Islã.

"Qual é o problema desta pessoa chamada Macron com os muçulmanos e o islamismo? Macron precisa de tratamento mental", disse Erdogan.

O presidente da Turquia também insinuou que Macron é um líder que "não entende a liberdade de crença".

Macron disse, no início deste mês, que iria lutar contra o que chamou de "separatismo islâmico", estaria, segundo presidente francês, ameaçando assumir o controle de algumas comunidades muçulmanas na França.

As declarações de Macron ocorreram após a decapitação de um professor francês por um radical islâmico, que queria vingar o uso de caricaturas do profeta Maomé utilizadas pelo docente em uma aula sobre liberdade de expressão.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247