Maduro chama governo do Canadá de estúpido e retira embaixador

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, afirmou que o governo do Canadá é "estúpido" por questionar os resultados eleitorais obtidos na eleição do último domingo e convocou de volta o embaixador venezuelano em Ottawa; no domingo, a Venezuela votou e escolheu novos governadores. Candidatos governistas venceram em 17 dos 23 estados

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fala durante transmissão semanal, em Caracas 06/08/2017 Palácio de Miraflores/Divulgação via REUTERS
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fala durante transmissão semanal, em Caracas 06/08/2017 Palácio de Miraflores/Divulgação via REUTERS (Foto: Giuliana Miranda)

Da Sputnik Brasil

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que o Governo do Canadá é "estúpido" por questionar os resultados eleitorais obtidos na eleição do último domingo e convocou de volta o embaixador venezuelano em Ottawa.

No domingo, a Venezuela votou e escolheu novos governadores. Candidatos governistas venceram em 17 dos 23 estados, segundo o Conselho Nacional Eleitoral. A oposição, agrupada na Mesa da Unidade Democrática, afirma que não reconhece os resultados e pedirá uma auditoria do processo eleitoral.

É justamente o trabalho do Conselho Nacional Eleitoral que é questionado pelo Canadá. A chanceler canadense, Chrystia Freeland, disse que o órgão atua em benefício de Maduro.

"Lá vai o estúpido governo do Canadá, dizendo que não reconhece as eleições (…) Não me importa, e se você não se importa de sair da Venezuela, afaste-se daqui", afirmou Maduro em coletiva de imprensa nesta terça-feira (17).

O conflito entre Canadá e Venezuela começou em setembro, quando Ottawa impôs sanções contra cerca de 40 altos funcionários da Venezuela.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247