Maduro critica comentário de Trump sobre “opção militar” e ainda quer conversar

O presidente venezuelano criticou nesta segunda-feira 14 os comentários do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre uma "opção militar" para o país sul-americano, acrescentando que ele mantém seu pedido para conversar com Trump; ele também determinou a realização de exercícios militares em resposta à ameaça de Trump

O presidente venezuelano criticou nesta segunda-feira 14 os comentários do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre uma "opção militar" para o país sul-americano, acrescentando que ele mantém seu pedido para conversar com Trump; ele também determinou a realização de exercícios militares em resposta à ameaça de Trump
O presidente venezuelano criticou nesta segunda-feira 14 os comentários do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre uma "opção militar" para o país sul-americano, acrescentando que ele mantém seu pedido para conversar com Trump; ele também determinou a realização de exercícios militares em resposta à ameaça de Trump (Foto: Gisele Federicce)

247, com Reuters - O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, criticou nesta segunda-feira os comentários do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre uma "opção militar" para o país sul-americano, acrescentando que ele mantém seu pedido para conversar com Trump.

Ele também determinou a realização de exercícios militares em resposta à ameaça de Trump. Ele pediu ainda que a Assembleia Nacional Constituinte, instalada recentemente no país, investigue o elo da oposição com a declaração do presidente norte-americano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247