Maduro diz que Duque e Trump fazem festa do ódio contra a Venezuela

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, criticou nesta quarta-feira (13) a reunião dos presidentes da Colômbia e dos Estados Unidos, Iván Duque e Donald Trump, na Casa Branca e denunciou uma "festa de ódio" contra seu país; "Hoje o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu com o senhor Iván Duque da Colômbia como em uma festa de ódio. Seus olhos, postura, palavras e declarações são uma festa de ódio contra a Venezuela, declarando de maneira vulgar, fazendo anúncios de maneira enlouquecida", disse Maduro na televisão estatal

Maduro diz que Duque e Trump fazem festa do ódio contra a Venezuela
Maduro diz que Duque e Trump fazem festa do ódio contra a Venezuela

247, com AFP - O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, criticou nesta quarta-feira (13) a reunião dos presidentes da Colômbia e dos Estados Unidos, Iván Duque e Donald Trump, na Casa Branca e denunciou uma "festa de ódio" contra seu país.

"Hoje o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu com o senhor Iván Duque da Colômbia como em uma festa de ódio. Seus olhos, postura, palavras e declarações são uma festa de ódio contra a Venezuela, declarando de maneira vulgar, fazendo anúncios de maneira enlouquecida", disse Maduro na televisão estatal.

No início de seu encontro com Duque, Trump lamentou a "triste" situação na Venezuela e disse que ele tinha "um plano B, C, D, E, e F" para resolvê-la, enquanto o presidente colombiano insistiu na necessidade de manter a pressão sobre Maduro.

Maduro voltou a dizer que Juan Guaidó é um "fantoche" de Washington, que procura "impor um regime a serviço dos Estados Unidos" na Venezuela.

Trump e Duque, inimigos declarados de Caracas, "colocaram um fantoche para fazer um trabalho de cavalo de Tróia na Venezuela e fracassaram", disse Maduro, que se recusou a receber ajuda americana por considerá-la o primeiro passo de uma intervenção militar.

O presidente venezuelano descreveu como "ruins" as declarações de Duque e Trump e criticou que eles discutam a Venezuela "em vez de falar sobre a cocaína que é produzida na Colômbia", o maior produtor mundial da droga.

"Donald Trump está em silêncio sobre o tráfico de cocaína que vai da Colômbia" para os Estados Unidos, disse ele.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247