Maduro espera que Trump retire EUA da Síria e do Iraque

"Trump representa a visão de milhões de americanos que também estão à espera para ver a estabilidade em seus empregos, esperando para ver os EUA saindo de guerras que acontecem na Síria, Iraque, Líbia etc", disse Nicolás Maduro 

Maduro decreta estado de emergência na Venezuela por 60 dias. 14/01/2016 REUTERS/Palácio Miraflores/Divulgação via Reuters
Maduro decreta estado de emergência na Venezuela por 60 dias. 14/01/2016 REUTERS/Palácio Miraflores/Divulgação via Reuters (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, declarou neste sábado (12) que o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, interromperá a participação do país em guerras de diversas regiões do planeta.

"Trump representa a visão de milhões de americanos que também estão à espera para ver a estabilidade em seus empregos, esperando para ver os EUA saindo de guerras que acontecem na Síria, Iraque, Líbia, etc.", disse Maduro. 

Segundo o presidente venezuelano, está na hora dos EUA "deixar de ser um império e e se tornar um Estado forte e de paz".  Ele também reiterou a sua vontade de construir boas relações com Washington, com quem Caracas nos últimos anos manteve permanentes diferenças e conflitos.

"A Venezuela está sempre em ótimas relações com a sociedade americana, apesar do pesado fardo dos piorem momentos das relações com a elite de Washington, é uma pena que Barack Obama perdeu a chance dada por Hugo Chavez de estabelecer relações de respeito e cordialidade com a Venezuela", afirmou Maduro. 


Mostrar mais: https://br.sputniknews.com/mundo/201611126806714-maduro-trump-guerras-siria-iraque/

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247