Maduro pede investigação sobre ligações de Guaidó com paramilitares colombianos

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, defendeu nesta segunda-feira (30) que a Assembléia Nacional (Parlamento) inicie um debate e uma investigação sobre a relação do deputado Juan Guaidó com o bando paramilitar colombiano "Los Rastrojos".

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Correo del Orinoco - A declaração de Maduro foi feita durante uma coletiva de imprensa com a mídia internacional na sede da Chancelaria, em Caracas.

O chefe de Estado disse que nesta terça-feira na sessão da Assembleia Nacional os deputados revolucionários aceitarão a proposta de investigar os vínculos do deputado da oposição com membros do bando paramilitar. "Na semana passada, eles se recusaram a abrir a investigação, nomear uma comissão. Quem escolheu Juan Guaidó, o líder político da oposição, impôs a partir de Washington. A Assembléia Nacional deveria investigar ”, insistiu Maduro.  

Nesse sentido, lembrou as declarações do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, durante sua participação na Assembléia Geral da ONU, onde garantiu que o governo dos EUA entregou 119 milhões de dólares à Venezuela e aprovou mais 58 milhões de dólares. 

Portanto, o chefe de Estado da Venezuela destacou a importância de investigar quem estava encarregado de receber essa quantia em dinheiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email