Maduro propõe que Comissão da Verdade tome medidas para a reconciliação nacional

Confirmando a promessa que fez no encerramento da campanha eleitoral, o presidente venezuelano, reeleito no último domingo, (20) deu o primeiro passo para promover o reencontro da nação

Confirmando a promessa que fez no encerramento da campanha eleitoral, o presidente venezuelano, reeleito no último domingo, (20) deu o primeiro passo para promover o reencontro da nação
Confirmando a promessa que fez no encerramento da campanha eleitoral, o presidente venezuelano, reeleito no último domingo, (20) deu o primeiro passo para promover o reencontro da nação (Foto: Reinaldo)

247, com Agência Venezuelana de Notícias - O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, fez um chamado nesta terça-feira (22) à Comissão da a Verdade, Justiça e Paz da Assembleia Nacional Constituinte (ANC), para avançar rumo a um governo de reconciliação nacional e reencontro entre todos os venezolanos.

"Quero ir rumo a um governo de reconciliação nacional, confirmo isto. Um governo de unidade nacional para fazer a revolução, um governo para alcançar a unidade da nação, para aprofundar e retomar o caminho revolucionário que é necessário retomar", disse, em declarações transmitidas pelo canal Venezuelana de Televisão.

Durante o ato de sua proclamação como chefe de Estado para o período 2019-2025, que se realizou na sede do Conselho Nacional Eleitoral, em Caracas, indicou que isto inclui um conjunto de medidas "para setores da oposição que tenham incorrido em erros e problemas, que possam ser beneficiados".

E acrescentou: "Não os asassinos. Podemos fazer um conjunto de gestos necessários que avancem para um processo de reconciliação nacional, de perdão, de reencontro entre os venezuelanos".

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247