Maduro: "Que cesse a perseguição contra líderes latino-americanos autênticos"

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro manifestou solidariedade com o ex-presidente equatoriano, Rafael Corrêa e demandou que cesse a perseguição a líderes latino-americanos, como Cristina Kirchner e Lula

Maduro: "Que cesse a perseguição contra líderes latino-americanos autênticos"
Maduro: "Que cesse a perseguição contra líderes latino-americanos autênticos"

247, com Correo del Orinoco - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, se solidarizou nesta quarta-feira (4) com o líder latino-americano, Rafael Correa, e com o povo do Equador, depois da suposta vinculação do ex-presidente no intento de sequestro do ex-deputado Fernando Balda na Colombia, en 2012.

"Primeiro Cristina. Depois Lula. Agora Rafael Correa. Que cesse a perseguição contra os líderes autênticos de nossa América. A Revolução Bolivariana se solidariza com o povo do Equador, disse o chefe de Estado venezuelano através de sua conta no Twitter @NicolasMaduro.

"Trata-se de um complô"

O ex-presidente do Equador, Rafael Correa, agradeceu na terça-feira (3) ao povo equatoriano pelas demonstrações de solidarfiedade diante do "atropelo da justiça" que ele sofre, depois que foi expedida uma ordem de extradição e prisão preventivas, por sua suposta vinculação com o suposto sequestro de um ex-deputado em 2012.

Correa denunciou que esta ordem faz parte de um complô que já estava sendo tramado para pedir sua extradição, ao tempo em que acrescentou que não existem provas concretas de sua participação nas supostas acusações. Correa atualmente reside na Bélgica.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247