Manuel Merino assume a presidência do Peru em meio a protestos

A cerimônia de posse foi realizada em meio a uma onda de insatisfação popular. Diversos protestos explodiram em várias cidades do Peru após a aprovação do impeachment contra Martin Vizcarra

Manuel Merino
Manuel Merino (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik com 247 - Nesta terça-feira (10), Manuel Merino assumiu a presidência do Peru. O ex-líder do Congresso assume o posto que era ocupado por Martín Vizcarra, que teve impeachment aprovado na noite desta segunda-feira (9).

O novo presidente disse que ainda que o país "vive um momento muito difícil e este aqui não é um momento de festa".

"Vivemos uma crise inegável, que fez com que entrássemos numa fase de enfrentamento constante entre nós. Minha tarefa é atuar com responsabilidade e maturidade pela unidade e pela solução dos nossos problemas econômicos e sanitários, principalmente", afirmou

A cerimônia de posse foi realizada em meio a uma onda de insatisfação popular. Diversos protestos explodiram em várias cidades do Peru após a aprovação do impeachment contra Martin Vizcarra. 

Apesar da boa popularidade de seu governo, Vizcarra não contava com o apoio da maioria da bancada parlamentar. O agora presidente afastado é acusado de receber propina por contratos de obras públicas em 2014, quando era governador da região sulista de Moquegua.

Merino assume o comando do país em um momento delicado: o Peru passa por uma crise política e econômica que foi agravada nos últimos meses pela pandemia de Covid-19. 

Terceiro mandatário do Peru desde 2016, Merino ocupará o cargo da presidência do país até julho de 2021. As eleições no país estão marcadas para o próximo mês de abril.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247