Marina Silva pede desculpas a Greta 'em nome do Brasil'

A diplomacia brasileira vai mesmo mal das pernas. A ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, figura em baixa no cenário político local, pediu desculpas em nome do Brasil durante a COP 25, em Madri, à jovem ambientalista sueca Greta Thunberg pelas ofensas que recebeu de Jair Bolsonaro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma palestra na 25ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP 25) , em Madri, a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva , pediu desculpas à ativista sueca Greta Thunberg, que na última terça-feira (10) foi chamada de pirralha por Jair Bolsonaro. 

Ao falar sobre o papel dos jovens no combate às mudanças climáticas, Marina disse que inciava sua apresentação "fazendo um pedido de desculpas à Greta em nome de meu país, o Brasil". De acordo com a ex-ministra, Bolsonaro se dirigiu à jovem sueca de maneira desrespeitosa e agressiva, chamando-a de pirralha, porque ela se solidarizou com os índios que foram assassinados no Brasil.

As informações são de O Globo que destaca ainda a mudança da descrição do perfil de Greta nas redes sociais, apresentando-se apenas como "pirralha", em resposta à grosseria do ocupante do Palácio do Planalto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247