Michelle Obama diz que comentários de Trump são inaceitáveis

Primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, disse ter ficado profundamente abalada com os comentários do candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, sobre o seu comportamento abusivo com mulheres; "Eu não consigo acreditar que eu estou dizendo que um candidato à presidência dos Estados Unidos se vangloriou de atacar sexualmente mulheres", afirmou; "Isso não é normal, isso não é a política usual", completou

Primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, disse ter ficado profundamente abalada com os comentários do candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, sobre o seu comportamento abusivo com mulheres; "Eu não consigo acreditar que eu estou dizendo que um candidato à presidência dos Estados Unidos se vangloriou de atacar sexualmente mulheres", afirmou; "Isso não é normal, isso não é a política usual", completou
Primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, disse ter ficado profundamente abalada com os comentários do candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, sobre o seu comportamento abusivo com mulheres; "Eu não consigo acreditar que eu estou dizendo que um candidato à presidência dos Estados Unidos se vangloriou de atacar sexualmente mulheres", afirmou; "Isso não é normal, isso não é a política usual", completou (Foto: Paulo Emílio)

247 - A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, disse ter ficado profundamente abalada com os comentários do candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, sobre o seu comportamento abusivo com mulheres. "Eu não consigo acreditar que eu estou dizendo que um candidato à presidência dos Estados Unidos se vangloriou de atacar sexualmente mulheres", afirmou. "Isso não é normal, isso não é a política usual", completou. Ela pediu que os eleitores deem um "basta" a Trump.

A crise na campanha republicana se agravou após uma gravação de 2005 vir à tona com Trump se vangloriando, com uso de palavras vulgares, que a fama que possui lhe permite "fazer qualquer coisa com as mulheres", até mesmo tocá-las em suas partes íntimas sem o seu consentimento.

"Isso não foi apenas uma conversa indecente, não foi apenas uma brincadeira de vestiário, foi um indivíduo poderoso falando livre e abertamente sobre um comportamento sexual predatório e se gabando de beijar e tocar mulheres", disse Michelle.

"Os comentários vergonhosos sobre os nossos corpos, o desrespeito a nossas ambições e nosso intelecto, a crença de que você pode fazer o que quiser com uma mulher, isso é cruel, é assustador", complementou em seguida.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247