Milhares marcham nos EUA contra o racismo e Trump ameaça manifestantes por conta de comício Republicano

Milhares particparam das marchas pelo dia que marca o fim da escravidão nos EUA, e Trump ameaça manifestantes que atrapalharem comício de campanha

(Foto: Reprodução redes sociais)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - em meio à onda de protestos antirracistas, milhares de pessoas tomaram as ruas de várias cidades nops Estados Unidos nesta sexta-feira (19) para marcar o dia de Juneteenth, data que marca o fim da escravidão no país.

Os protestos iniciaram após a morte de George Floyd, um cidadão megro que foi asfixiado até a morte em 25 de maio por um policial branco. 

Um do principais atos pelo Juneteenth, também conhecido como Dia da Emancipação, acontece em Atlanta, pricipalmente por conta da morte do ativista Rayshard Brooks, na semana passada, baleado nas costas por um policial branco no estacionamento de um fast-food.

Em Nova York, centenas de manifestantes ocuparam as ruas ao redor do Museu do Brooklyn, empunhando cartazes que diziam "Black Lives Matter" (Vidas Negras Importam).

"Significa apenas lembrar meus ancestrais porque definitivamente lutamos por tanto tempo, e ainda estamos travando a batalha que nossos ancestrais têm travado", afirmou Nia White, uma das organizadoras da marcha em Nova York.

Com informações do jornal O Globo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247