Ministro cubano pede Lula Livre: a luta continuará até a justiça ser cumprida

"Um ano depois de sua prisão injusta, vamos todos convocar e redobrar nossos esforços para sua libertação, impedir a prisão política de Lula, a luta continuará até o dia em que a justiça for cumprida", escreveu em seu Twitter o ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla

Ministro cubano pede Lula Livre: a luta continuará até a justiça ser cumprida
Ministro cubano pede Lula Livre: a luta continuará até a justiça ser cumprida (Foto: Alejandro Ernesto)

Sputnik Brasil - O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, pediu solidariedade internacional em favor da libertação do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a mais de 12 anos de prisão por supostos delitos de corrupção.

"Um ano depois de sua prisão injusta, vamos todos convocar e redobrar nossos esforços para sua libertação, impedir a prisão política de Lula, a luta continuará até o dia em que a justiça for cumprida", escreveu em seu Twitter o ministro das Relações Exteriores de Cuba.

​Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão após ser condenado em 2ª instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em razão do caso do tríplex do Guarujá (SP).

Lula foi acusado pelo Ministério Público de receber um apartamento que teria sido pago e reformado com títulos de três contratos específicos firmados entre a Petrobras e a construtora OAS.

No entanto, o juiz que o condenou, Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, reconheceu no processo que não encontrou nenhum valor dos contratos da Petrobras que teriam sido atribuídos a Lula.

O político de 73 anos deixou o cargo com aprovação de 80%, segundo as pesquisas na época.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247