Ministro das relações exteriores de Cuba pede união de países Não Alinhados contra sanções dos EUA

O ministro também defendeu o perdão da dívida externa dos países em desenvolvimento

(Foto: REUTERS/Alexandre Meneghini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Nesta nesta sexta-feira (9), o ministro das relações exteriores de Cuba, Bruno Rodriguez, fez um pedido às nações Não Alinhadas, movimento composto por países em desenvolvimento que visa um caminho independente nas relações internacionais, para que apoiem Cuba contra as sanções arbitrárias dos Estados Unidos que afligem a nação há décadas.

Como reportado na Telesur, Rodriguez disse: “Ao invés de mais recursos serem alocados para o desenvolvimento sustentável, o mundo testemunha a modernização contínua dos armamentos nucleares e um aumento nos gastos militares”.

Ele também criticou o consumismo desenfreado, que segundo ele “altera a ecologia do planeta."

Por fim, ele também defendeu que as dívidas externas dos países em desenvolvimento sejam dissolvidas, chamando-as de “impagáveis”.

Ao longo de sua história, o Movimento Não Alinhado foi um importante agente contra o colonialismo, o neocolonialismo e o apartheid. No entanto, este se enfraqueceu após o fim da Guerra Fria. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247